Juiz Sérgio Queiroz é eleito para presidir a Amatra XIX no biênio 2016/2018

03.09.2016

 

Roberto de Mello Queiroz e Nilton Beltrão de Albuquerque Júnior foram eleitos para assumir os cargos de presidente e vice-presidente da Associação dos Magistrados do Trabalho da 19ª Região (Amatra XIX), durante o biênio 2016/2018. Eles irão suceder José dos Santos Júnior e Armando Pinto, que estiveram na presidência da entidade pelos dois últimos anos.

A chapa encabeçada pelo juiz Sérgio Queiroz obteve 37 votos, contra 24 obtidos pela chapa adversária encabeçada pela juíza Thaís Costa Gondim. Com a eleição,a nova diretoria da Associação agora também conta com os juízes Cícero Alânio Tenório de Melo como diretor secretário; Albino Plácido Neto Junior como diretor-tesoureiro; Carlos Arthur de Macedo Figueiredo como diretor-cultural; Kellen Yoko Nakao como diretora de acompanhamento legislativo; Sarah Vanessa Araújo Paixão Ferro como diretora de prerrogativas e mediação. O Conselho Fiscal é formado pelos juízes Armando Silva Pinto, Laerte Neves de Souza e Cláudio Márcio Lima dos Santos e tem como suplente o juiz Luiz Sávio de Lima Gazzanéo.

Sérgio Roberto de Mello Queiroz afirmou que foi uma grande honra ter sido eleito para representar os magistrados trabalhistas de Alagoas, junto com os demais colegas que integram a diretoria. "Atribuo esse êxito ao respeito e à credibilidade que todos os integrantes inspiram nos demais colegas magistrados, valores que se consolidaram ao longo de anos na trajetória profissional de cada um. Tenho plena consciência da grande responsabilidade que é dirigir os rumos da Associação, mas ao mesmo tempo, tenho total confiança no trabalho e na capacidade dos membros da diretoria para, juntos, enfrentarmos e superarmos os obstáculos que certamente surgirão, o que me traz a convicção de que faremos uma grande gestão na defesa dos interesses institucionais e associativos da magistratura trabalhista alagoana”, garantiu.

Em quase 18 anos de magistratura o novo presidente explicou que acumulou experiência ao longo da vivência profissional e também teve oportunidade de participar da luta associativa como membro da diretoria da Amatra XIX em gestões anteriores, o que permitiu constatar a importância do movimento associativo. “A partir dessas experiências, senti que era o momento de dar uma contribuição mais direta e efetiva à causa associativa, posto que defender as prerrogativas, direitos einteresses institucionais da magistratura e de seus associados é, em última análise, defender o próprio Estado Democrático de Direito, que encontra nos membros do Poder Judiciário os pilares de que necessita para se manter íntegro. É uma tarefa árdua, porém necessária, especialmente em tempos de tantas dificuldades para a magistratura, com o país atravessando uma grave crise econômica e uma profunda crise política”, declarou.

Para os próximos dois anos, Sérgio Queiroz antecipou que os magistrados podem esperar uma gestão participativa e efetivamente democrática, com o propósito de integrar os associados em torno dos interesses institucionais e associativos. “Nessa perspectiva, atuaremosfirmemente para implementar as propostas concretas apresentadas em nosso Plano de Gestão, baseado em quatro eixos principais de ação: medidas institucionais, proteção aos valores associativos, iniciativas culturais e preservação da saúde e da qualidade de vida dos magistrados”, garantiu o novo presidente ao ressaltar que as ações serão alinhadas com as diretrizes encampadas pela Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) e serão voltadas essencialmente à defesa dos direitos sociais, dos princípios e dos valores inerentes ao Direito do Trabalho e que constituem o próprio alicerce da Justiça do Trabalho.

 

 

Fonte: Assessoria TRT/AL

Please reload

Notícias Recentes
Please reload

Arquivos
Please reload

Siga nos
  • Facebook Basic Square